• Pós-Graduação Lato Sensu com Especialização em Biomedicina Estética

    facisLeia Mais…

  • ANVISA – ALTERAÇÃO DA RDC 302

    DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO         Nº 141, segunda-feira, 27 de julho de 2015

    AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO – RDC No – 30, DE … Leia Mais…

  • COLEGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA – PADI

    O Colégio Brasileiro de Radiologia realizará, de 09 a 13 de novembro de 2015, das 8h30 às 17h30, na cidade de São Paulo/SP (Rua Maestro Cardim, 1293, 6º andar, Bela … Leia Mais…

Notícias

  • Pós-Graduação Lato Sensu com Especialização em Biomedicina Estética

    facis

  • ANVISA – ALTERAÇÃO DA RDC 302

    DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO         Nº 141, segunda-feira, 27 de julho de 2015

    AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA DIRETORIA COLEGIADA RESOLUÇÃO – RDC No – 30, DE 24 DE JULHO DE 2015 Altera a Resolução – RDC n.º 302, de 13 de outubro de 2005, que dispõe sobre o Regulamento Técnico para funcionamento de Laboratórios Clínicos. A Diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das atribuições que lhe conferem os incisos III e IV, do art. 15 da Lei n.º 9.782, de 26 de janeiro de 1999, o inciso V, e os §§ 1° e 3º do art. 58 do Regimento Interno aprovado nos termos do Anexo I da Resolucão da Diretoria Colegiada – RDC n° 29, de 21 de julho de 2015, publicada no D. O. U. de 23 de julho de 2015, tendo em vista o disposto nos incisos III do art. 2º, III e IV, do art. 7º da Lei n.º 9.782, de 1999, e o Programa de Melhoria do Processo de Regulamentação da Agência, instituído por meio da Portaria nº 422, de 16 de abril de 2008, em Reunião Ordinária n.º 13/2015, realizada em 16 de julho de 2015, adota a seguinte Resolução da Diretoria Colegiada e eu, Diretor – Presidente determino a sua publicação: Art. 1º O item 6.3.2 da RDC n.º 302, de 13 de outubro de 2005, passa a vigorar com a seguinte redação: “6.3.2………………………….. 6.3.2.1 O laboratório clínico e o posto de coleta laboratorial devem garantir a autenticidade e a integridade do laudo emitido, para tanto a assinatura do profissional que o liberou deve ser manuscrita ou em formato digital, com utilização de processo de certificação na forma disciplinada pela Medida Provisória n.º 2.200-2/2001.” (NR) Art. 2º O laboratório clínico e o posto de coleta laboratorial têm o prazo de 180 (cento e oitenta) dias, contados a partir da data de publicação desta Resolução, para promover as adequações necessárias. JARBAS BARBOSA DA SILVA JR

  • COLEGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA – PADI

    O Colégio Brasileiro de Radiologia realizará, de 09 a 13 de novembro de 2015, das 8h30 às 17h30, na cidade de São Paulo/SP (Rua Maestro Cardim, 1293, 6º andar, Bela Vista), o III Curso de Formação de Auditor Externo do Padi – Programa de Acreditação em Diagnóstico por Imagem.

    DATA: 09 a 13 de novembro de 2015 – 08h30 às 17h30
    LOCAL: PersonalRad – Rua Maestro Cardim, 1293 – 6º andar – Bela Vista – São Paulo/SP Esse treinamento foi criado com o objetivo de fornecer aos participantes as qualificações e os conhecimentos necessários para realizar auditorias de Sistemas de Gestão da Qualidade (SGQ) de acordo com os requisitos da Norma do Padi.
    Ressaltamos que esse é um curso voltado especificamente para a formação de auditores externos, e não um curso para conhecimento geral do Padi.
    Ao fim do treinamento, o participante será capaz de:

     Compreender os princípios da gestão da qualidade da Norma Padi;  Interpretar os requisitos da Norma Padi no contexto de uma auditoria;  Entender o que se espera do perfil de um auditor Padi (conhecimentos, habilidades e atitudes);  Planejar e conduzir uma auditoria e o relatório de auditoria;  Cumprir parte dos critérios de qualificação para formação como Auditor do Padi.

    O treinamento será realizado em cinco dias, totalizando 40 horas. O curso corresponde a uma etapa dos requisitos mínimos para ser um Auditor Externo Padi. Os participantes aprovados poderão se candidatar à fase prática da Formação de Auditor. Leia o Regulamento do Auditor e obtenha mais informações a respeito. Não é considerado pré-requisito o conhecimento prévio da Norma Padi. O participante será submetido a exame escrito e avaliação contínua. A aprovação consiste na participação mínima em 90% da carga horária prevista e mínimo de 70% de acertos na avaliação escrita final. A aprovação no Curso de Auditor Externo do Padi não indica aprovação para realização de auditorias pelo Padi. Os participantes que tiverem interesse e se disponibilizarem a realizar auditorias, no mínimo seis vezes ao ano, poderão participar da fase prática para concluir a sua formação como Auditor Padi, caso seja aprovado na presente etapa.

    Conselho Regional de  Biomedicina

    FICHA DE INSCRIÇÃO

    INFORMATIVO

  • CFBM – SEMINÁRIO SOBRE BIOMEDICINA ESTÉTICA

    O Conselho Federal de Biomedicina, juntamente com a Comissão de Saúde, e atendendo a inúmeros pedidos, vem através desta CONVIDAR A TODOS para participarem do “Seminário sobre Biomedicina Estética – Legislação e Áreas de Atuação” sob a Coordenação do Presidente da Comissão de Saúde do Conselho Federal de Biomedicina Dr. Frank Sousa Castro.

    O evento será dia 28/07/2015 p.f, das 11h as 16h, em Brasília a princípio no Auditório do CFBM, SCS – QD 07– Edifício Torre do Pátio Brasil – Bloco A nº 100 -  Salas 806 e 808- 8º andar – ASA SUL ou ainda podendo ser no Auditório da ABMES 5º andar, conforme o número de participantes.

    Acreditamos que será um momento oportuno para deliberarmos esta discussão com os Colegas Estetas.

    Lembrando que todo profissional regularmente inscrito nos CRBM’s, deverá realizar sua inscrição gratuita pelo e-mail cfbm@cfbiomedicina.org.br  – com a Srta Danyele Barbosa, constando no corpo do e-mail: nome completo/CRBM e região/ e telefones de contato.

  • Veja Mais...